terça-feira, 26 de maio de 2009

Omar Kayan

"_Vem, enche a tua taça,joga a roupa invernal do arrependimento no fogo da primavera. O pássaro do tempo tem apenas um curto espaço para voar, e- olha! já está voando"


"Não sabes o que te espera no dia de amanhã: trata de ser feliz ainda hoje. Toma uma urna cheia de vinho, deita-te ao luar e pensa: "Talvez amanhã a lua me procure em vão"

Omar Kayan, poeta e matemático persa, nasceu em Nichapur (India) sua obra máxima,o Rubaiyat, coletânea de poemas curtos, foi traduzida em quase todas as linguas.

3 comentários:

  1. mamãezinha linda, quando eu fui ver o meu blog, e vi a poesia, sobre o Omar kayan a parte q eu mas gostei foi:
    e que fala sobre:'' faço da primávera e do pássaro do tempo.''
    e sobre a Isabel, eu adorei tudo.
    beijo da sua filha amada viviane.

    ResponderExcluir
  2. Vem, bebe ! o inverno já não mais impera;
    A penitência despe, é primavera;
    Do tempo o pássaro bateu as asas,
    Seu vôo é curto e por nós não espera !
    Omar Khayyám

    ResponderExcluir
  3. Sendo Persa, nasceu na Pérsia e não na India

    ResponderExcluir